Blog

Como inovar nos modelos de cartazes para sua promoção

Não há mais dúvidas de que, dentro do PDV, o cartaz é a principal forma de comunicação entre o comércio e varejo com seus clientes, não é mesmo? Cientes disso e da dinâmica do mercado e das relações com a concorrência, lojas de diferentes portes estão aderindo ao cartazista eletrônico, programa de fazer cartaz em ambiente online, com opção de customização.

Se o seu negócio está precisando de agilidade, padronização, economia e eficiência, não deixe de ler este post.

Qual modelo de cartaz escolher

Cada modelo de negócio carrega particularidades quanto a forma de vender, mas uma coisa é certa: todos precisam ter um calendário promocional para promover ações mais assertivas, aproveitando as sazonalidades do ano. Com base nele, o gestor da loja vai, entre outros benefícios, ter mais facilidade para definir se o cartaz de preço ou oferta será:

1 – Temático;
2 – De calendário;
3 – Apenas com a marca do negócio.

É preciso atenção especial quanto à clareza dos dados expostos e possíveis erros gramaticais, de informação ou de digitação. Afinal, o cartaz tem que auxiliar os que entram no seu PDV a tomarem uma decisão e não gerar mais dúvidas.

Qual é o papel ideal para cartazes

O papel micro serrilhado é a melhor opção para quem deseja imprimir cartazes. Com o software do cartazista eletrônico, é possível que essas impressões sejam feitas em papel branco, amarelo ou pré-impresso, em formatos que vão de A0 a A5. Agora, quanto a gramatura, ela vai depender da capacidade da impressora que você possui.

E, por falar em impressora, você não precisa paralisar o seu capital adquirindo uma. Isso porque existem no mercado empresas, como o Tagsell, que locam o equipamento. Assim, a loja não precisa se preocupar com gastos relacionados a insumos ou manutenção da máquina. Coloque isso na ponta do lápis e verá que a vantagem se traduz em economia.

Tecnologia que gera economia

Com o programa de fazer cartaz, o PDV é beneficiado com três tipos de economia:

#1 – Tempo

Basta ter um dispositivo com acesso à internet e uma impressora, que pode ser própria ou alugada, para que o cartaz de preço ou de oferta fique pronto em alguns segundos.

#2 – Equipe

Esqueça a necessidade de ter, em cada PDV, um profissional ágil e com a letra boa para atender altos pedidos de produção de cartazes em tempo recorde. Com o cartazista eletrônico, qualquer profissional da equipe treinado pode produzir o cartaz.

#3 – Mão de obra

Com a tecnologia apoiando a produção de cartazes, os colaboradores terão mais tempo para contribuir com ações estratégicas que gerem mais negócios para o PDV.

Ao padronizar a comunicação visual do seu PDV o cliente terá a certeza de que está fazendo negócio com uma empresa confiável e organizada. Sem contar que a todo momento lembrará que está dentro do seu estabelecimento.

Contato