Blog

Imune à crise, mercado pet amplia leque de produtos e serviços em SP

Mercado

Consumidores não medem investimentos na melhoria da qualidade de vida e no tratamento de seus animais de estimação.

Foto: G1

Para o mercado pet não existe crise econômica. A grande variedade de tratamentos, serviços e produtos, como acupuntura, fisioterapia, medicina tradicional chinesa, medicamentos manipulados, florais, delivery de marmitas, plano de saúde, home care, táxi dog e hair style (profissional que faz penteados em cães e gatos), faz com que este seja um dos segmentos que mais crescem no país e também no mundo.

Dados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) indicam que, em 2017, o mercado pet apresentou uma ampliação de 4,9% em relação ao ano anterior. Ainda de acordo com a Abinpet, na comparação com outros países, o Brasil já é o terceiro maior mercado, depois de registrar faturamento superior a US$ 5 bilhões no ano passado. O ranking é liderado pelos Estados Unidos, com US$ 49 bilhões, vindo o Reino Unido em seguida, com US$ 6 bilhões.

A consultora Cynthia Garrido, do Sebrae Santos, destaca que, na Baixada Santista, o setor acompanha essa tendência. “O mercado pet é um dos três segmentos que mais crescem na região, seguido pelo setor de beleza e alimentação”, afirma.

Como exemplo do potencial do mercado, Cynthia cita a Cãominhada da TV Tribuna, emissora afiliada a Rede Globo na região. O evento é realizado há 12 anos e, na edição de 2017, contou com um público de aproximadamente 20 mil pessoas na orla da praia de Santos. “Isso significa que tem bastante mercado para se explorar. Ou seja, uma oportunidade para quem quer abrir empresas nesse segmento”.

A consultora do Sebrae acredita que o atendimento personalizado é um diferencial importante no atendimento dos animais de estimação. “A gente não vê preço, quando opta por serviços mais específicos. Vê o valor e o benefício”.

A internet mudou de modo significativo dos hábitos de consumo, e isso inclui o comportamento do público no mercado pet. Cynthia Garrido explica que as redes sociais ajudam a aproximar o consumidor dos novos serviços disponíveis. “O cliente tem o mundo nas mãos com o uso do celular. Então ele busca preço, comodidade, variedade, qualidade e um serviço específico que está procurando”.

Fonte: G1

Uma dica importante relacionada ao mercado pet é analisar a ambientação da sua loja, proporcionar bem-estar não só ao consumidor, como também para o animalzinho de estimação. Além disso, manter uma comunicação sincronizada tem como objetivo melhorar a percepção do cliente em relação às informações, como preços e especificações dos produtos. Para isso, conte com o TAGSELL, que nasceu no varejo e foi desenvolvido como a mais completa solução em cartazes de ofertas para melhorar a experiência do consumidor no PDV.

Ligue para nós telefone 11 2924 7177