Blog

Marketing para empresas: o que é preciso saber para implementar a melhor estratégia

Embora todo mundo saiba a importância de um bom trabalho de marketing para aumentar as vendas e posicionar a marca no mercado, muitos líderes sentem dificuldade em definir estratégias de marketing para empresas que sejam assertivas.

Em muitas organizações, a dúvida começa pela organização do departamento e definição das funções de cada um. E, é sobre isso que vamos falar neste post. Aqui você vai encontrar informações relevantes sobre perfil do profissional da área, dados para se ter em mãos na tomada de decisão, dicas para um experiência positiva da jornada do cliente e soluções para agilizar os processos e aumentar as vendas.

O que faz um departamento de marketing

Em organizações de qualquer porte, indústria ou segmento, o departamento de marketing é uma área altamente estratégica que, por meio de um conjunto de técnicas e ferramentas:

– Constrói uma imagem positiva da marca;
– Atrai e fideliza o cliente;
– Consolida o negócio.

 O novo perfil do profissional de marketing

Há algum tempo, para atuar na área de marketing não basta apenas ter muita criatividade. De acordo com dados da edição 2019 do Guia Salarial da Robert Half, é fundamental que o profissional seja:

– Analítico para entender números e interpretar dados, incluindo os relacionados a indicadores de vendas;
– Focado em resultados e métricas para identificar rapidamente oportunidades de melhoria nas ações;
– Multitarefa para continuar garantindo os resultados mesmo se houver a necessidade de redução da equipe;
– Conhecedor de ferramentas de marketing digital, pois, com a transformação digital, as estratégias online estão cada vez mais demandadas.

Dados que os profissionais de marketing precisam ter

Um dos grandes desafios dos profissionais de marketing está no seguinte fato: apenas percepções, experiências e dados históricos não servem mais para guiar os negócios da área. Hoje, é necessário que o planejamento da área seja feito com base em dados concretos e confiáveis.

 Para isso, espera-se que o departamento de marketing mapeie:

Perfil do consumidor, incluindo hábitos de compra, desejos, necessidades e expectativas dessas pessoas;

– Informações sobre o negócio, incluindo
indicadores de vendas;
– Dados sobre perfil e desempenho da concorrência;
– Movimentos e tendências do mercado;
– Inovação e melhores práticas;
– Satisfação do cliente.

Quais profissionais contratar para a área de marketing

No marketing para empresas, a estrutura do departamento varia de acordo com o porte da companhia. Mas, para exemplificar, listamos a seguir os cargos existentes em grandes organizações, juntamente com as principais – mas não únicas – atribuições desses profissionais:

– Diretor – responsável pelo planejamento estratégico de todo o departamento, que, entre outros dados, devem considerar os indicadores de vendas;
– Gerente – encarregado de elaborar os mapeamentos de público e mercado;
– Gestor de produtos – cuida do lançamento dos itens, sempre em linha com as necessidades, desejos e expectativas dos clientes;
– Coordenador de marketing digital – responsável pela gestão de redes sociais, com alta atenção a técnicas de Search Engine Optimization, também conhecida pela sigla SEO e que na tradução livre para o português significa Otimização para Mecanismos de Busca.
– Analista – encarregado de eventos e ações promocionais; e
– Assistente – contratado para prestar apoio às ações do analista.

 A importância de aplicar estratégias de marketing na jornada de compra

É fundamental que o marketing para empresas estruture suas estratégias considerando a jornada do cliente. Trata-se de um conceito que sugere o caminho percorrido pelo consumidor no relacionamento com a marca, desde o primeiro contato até a efetivação da compra. Dessa forma, consegue-se saber o quão próximo essa pessoa está de adquirir um produto ou serviço e, assim, estruturar ações que possam fortalecer essa relação, além de informar, orientar e conduzir esse consumidor a efetivar o negócio.

Em linhas gerais, pode-se dizer que grande parte dos clientes passam por quatro etapas no contato com uma marca:

1 – Aprendizado e descoberta – Aqui, em geral, o cliente não sabe que precisa do produto ou serviço. Então, cabe ao departamento de marketing fazer com que o consumidor desperte para esse desejo ou necessidade.

2 – Reconhecimento do problema – Já ciente da necessidade que possui, o cliente começa a fazer pesquisas por possíveis soluções. É nesta fase que se faz importante o bom e estratégico posicionamento da marca em sites, blogs e redes sociais, além das mídias offline.

3 – Consideração da solução – Como o cliente já possui algumas soluções em mãos, entra a oportunidade de o departamento de marketing destacar os diferenciais de seus produtos ou serviços diante da concorrência, sempre criando um senso de urgência.

4 – Decisão de compra – Aqui, o cliente já sabe o problema que tem e quais são as soluções que podem resolvê-lo. Então, é hora de reforçar os diferenciais competitivos do seu produto ou serviço para que ele não tenha dúvidas de que a sua marca é a melhor opção.

A importância do marketing na gôndola

O sonho de qualquer profissional de marketing do comércio ou varejo é atrair o cliente para o PDV e fechar a venda. A questão é que, em alguns casos, perde-se a oportunidade porque as informações, ofertas e promoções não estão expostas de forma clara e objetiva. Em geral, isso acontece por conta de dados equivocados, confusas, ausentes ou desatualizadas.

Para resolver essa questão, marcas de todos os portes têm aderido ao cartazista eletrônico, ou seja, um programa de fazer cartazes. Com ele, varejistas e comerciantes têm autonomia para pôr em prática suas estratégias de marketing e manter a padronização da identidade visual, com autonomia, rapidez, economia e customização. Para operar a ferramenta, que é auto explicativa, basta ter dispositivo com acesso à internet e impressora.

Ainda que, no final do dia, o objetivo de uma organização seja rechear o caixa da empresa, cuide para que o seu departamento de marketing sempre estabeleça ações com base em princípios éticos e na oferta de produtos ou serviços que estejam alinhados aos desejos, necessidades e expectativas dos clientes. Assim, além de retornar ao seu estabelecimento, a tendência é que esse consumidor traga junto pessoas para conhecer as maravilhas do relacionamento com a sua marca.

Contato