Blog

Seis estratégias para vender mais no Dia das Mães em época de pandemia

Publicado em: 05/05/2020

O Dia das Mães é a segunda data mais importante do calendário de vendas do comércio e varejo do Brasil. Porém, com as lojas mais vazias ou fechadas, em decorrência do distanciamento social imposto pela Covid-19, o clima é de incerteza. Porém, para auxiliar o varejista nesse momento desafiador, separamos seis dicas para criar promoções eficientes e proteger a receita do estabelecimento.

 

  1. Precifique com valores justos

Atualmente, a população divide-se entre pessoas que seguem empregadas normalmente, aquelas que passaram por redução de salário e jornada, as que foram demitidas e as que seguem na fila do desemprego. Então, o momento não é de cobranças abusivas ou de promoções enganosas, mas sim de empatia, sempre prezando pelas melhores práticas de estratégias promocionais. O cliente vai lembrar disso quando o mercado retomar. Como o cenário está desafiador para todos, vale, inclusive, ter um bate-papo sincero com o fornecedor com relação aos preços cobrados por ele para chegarem a um custo-benefício que seja bom para todos.

 

  1. Reveja prazos de entrega

Em decorrência da desaceleração das atividades, é possível que os seus fornecedores estejam atuando a passos mais lentos. Por isso, é importante verificar a necessidade de rever os prazos de entrega dele e de que forma isso interfere nos seus prazos. Caso seja necessário fazer reajustes, comunique os clientes no momento da venda. Transparência é tudo nesse momento.

 

  1. Tenha a rede social como aliada

Se o seu PDV estiver aberto, aumente o fluxo de pessoas por meio da divulgação de ofertas nas redes sociais. Caso ele esteja fechado, essas plataformas digitais também são ótimos meios para lembrar os clientes sobre a existência de diferentes canais de venda que sua marca possui. Para auxiliar nesse processo, nossa sugestão é que os donos de lojas baixem o aplicativo Upsell, criado pelo Tagsell como forma de conectar os clientes às ofertas e oportunidades expostas na loja. A ferramenta permite criar ofertas do estabelecimento, compartilhá-las nas redes sociais e assim divulgar ao cliente a oferta de produtos e serviços.

 

  1. Ofereça facilidades

Considerando suas estratégias de negócio e a realidade do seu momento financeiro, considere facilitar a vida dos clientes por meio de frete grátis, descontos progressivos ou ofertas de kits com produtos complementares e a preços atrativos. Caso faça sentido, disponibilize o serviço de delivery, com base na preocupação real de que as pessoas preservem a própria saúde ficando em casa.

 

  1. Invista no “compre agora e retire depois”

Caso a venda online ou o serviço de delivery não faça parte da realidade do seu negócio e não exista a possibilidade de implementar a prática em um curto espaço de tempo, a sugestão é aderir ao vale-presente. A ideia é que umas pessoas possam presentear outras com vouchers de valores pré-estabelecidos, que poderão ser convertidos em produtos ou serviços do seu estabelecimento assim que ele estiver aberto.

 

  1. Crie um ambiente acolhedor no PDV

Ao comércio ou varejo autorizado a abrir as portas, a orientação é criar um ambiente acolhedor no PDV. É possível fazer isso por meio de decoração temática, oferta de presentes para os diferentes perfis de mães, promoções especiais e organização estratégica dos itens. Além, é claro, de padronização dos cartazes, de maneira que os clientes se sintam informados e não confundidos. Aqui, vale considerar a otimização das peças com a aquisição do software cartazista eletrônico.

 

Todo esse período que estamos vivendo tem deixado as pessoas mais sensíveis e abertas a demonstrar seu carinho por outras. Então, não perca a oportunidade de ajudá-las nesse processo, porém, entendo que o momento é de mapear oportunidades de benefícios para todos os envolvidos e não de ser oportunista.

 

Contato